Introdução à técnica do guardanapo

Média: 4.3 (241 votos)
caixa em técnica do guardanapo

Uma das técnicas mais populares e surpreendentes da arte de decoupage é, sem dúvida, a técnica do guardanapo. Pode parecer estranho, mas este tipo de arte decorativa serve-se, literalmente, dos vulgares guardanapos estampados para os aplicar directamente em objectos de uso diário, tornando-os assim mais atractivos.

O que é?

A técnica do guardanapo é uma simples sub-divisão da arte de decoupage onde se utiliza exclusivamente guardanapos estampados para decorar uma enorme variedade de objectos e superfícies. Tal como a decoupagem, também a técnica do guardanapo pode ser aplicada em molduras, caixas de madeira, capas de livros, agendas ou diários, vasos, jarras, latas, frascos, velas, pratos, tabuleiros, telas, prateleiras… Actualmente existe uma variedade quase infinita de guardanapos decorativos que, ostentando desde motivos florais e abstractos, a imagens infantis e literais, são perfeitos para embelezar o mais simples dos objectos. Meia dúzia de guardanapos bonitos e um pouco de cola é uma forma económica e rápida de reaproveitar objectos velhos ou inutilizados, conferindo-lhes um design que parece tudo menos um trabalho manual.   

Como se faz?

A técnica do guardanapo é um processo criativo rápido e fácil de executar, basta seguir os seguintes passos:

  1. Escolha o objecto ao qual quer aplicar a técnica do guardanapo.
  2. Limpe o objecto que escolheu, certificando-se que está livre de qualquer tipo de pó e sujidade. Se optou por pintar a peça ou partes da mesma (em cores condizentes com o guardanapo escolhido), pode ser necessário lixá-la para assegurar que a sua superfície está completamente plana.
  3. Escolha o guardanapo que quer aplicar no seu projecto e recorte-o à medida do objecto em questão.
  4. Separe as várias camadas do guardanapo, reservando apenas aquela com a imagem estampada.
  5. Com recurso a um pincel, espalhe cola branca normal ou cola específica para decoupage (ambas apresentam bons resultados) sobre a superfície onde vai colar o guardanapo. O ideal é aplicar uma camada fina de cola, para não danificar o papel e assegurar a sua adesão. Cole o guardanapo no objecto – como se trata de uma simples camada de papel de guardanapo, é necessário manuseá-la com muito cuidado para não rasgar.
  6. Em alternativa, ou seja, em vez de aplicar cola sobre o objecto, pouse o guardanapo sobre o mesmo e, com a ajuda de uma pequena esponja, aplique algumas gotas de água sobre o papel, alisando-o e prendendo-o à medida que aplica a água.
  7. Utilize um pau de gelado ou qualquer outro pequeno utensílio para passar sobre o papel, alisando eventuais rugas ou bolhas de ar.
  8. De novo com recurso ao pincel, aplique uma camada fina de cola branca/cola de decoupage sobre toda a superfície da imagem que acabou de colar, começando pelo centro e espalhando para fora. Não se preocupe, o papel vai absorver toda a cola. Limpe cuidadosamente o excesso de cola nas bordas com um pano húmido para não escorrer.
  9. Deixe o objecto secar por completo.
  10. Repita os passos 6 e 7. Por norma, um trabalho de deste género requer cerca de 2 ou 3 camadas de cola sobre as imagens para assegurar um efeito final perfeito e duradouro.
  11. Há quem goste de aplicar, em alternativa a uma segunda ou terceira camada de cola, uma camada de verniz para conferir um acabamento brilhante. É uma questão de experimentar.
  12. Para proteger a peça contra água e outros elementos, pode ainda aplicar, como toque final, um acrílico selante que lhe permite utilizar o objecto sem se preocupar em estragá-lo.
  13. Divirta-se a fazer novas experiências!

Vídeo Demonstrativo

Média: 4.3 (241 votos)