Inspiração & Ideias

Flores frescas durante mais tempo

Um vaso com flores, sejam do campo, sejam rosas vermelhas ou a espécie mais exótica do mundo, é sempre um apontamento de cor e de alegria, perfeito para qualquer divisão da casa. Só que, enquanto seres vivos, também têm a sua própria esperança de vida… saiba como aumentar o “prazo de validade” das flores!

Uma compra atenta

Quando compra flores frescas há que preservar essa frescura a todo o custo: nunca compre flores com folhas amareladas ou amolecidas. Outro truque consiste em verificar a maturidade das flores em causa: se forem maduras, os botões das flores devem apresentar uma cor. Uma vez em casa, deixe as flores repousar, ainda dentro da embalagem original, num recipiente com água limpa durante algumas horas.

Prepare o vaso

Escolha um vaso apropriado e suficientemente largo e/ou alto. Verifique se está limpo e, se necessário, utilize uma escova para esfregar e retirar quaisquer vestígios de sujeira. Encha o fundo do vaso com água – de preferência tépida, porque assim as flores absorvem-a mais facilmente!

Água com alimento

Não há volta a dar, o alimento específico para flores de corte – disponível nas floriculturas – é a garantia de flores que vão desabrochar melhor e manter-se frescas durante muito mais tempo! Claro que existem várias alternativas como acrescentar aspirina, vitaminas, vinagre e até moedas escuras, mas esses “truques” são apontados como mitos e não soluções infalíveis. Se gosta, no entanto, da ideia de um truque caseiro, experimente este: misture 1 colher de sobremesa de açúcar, 1 colher de sobremesa de lixívia e 2 colheres de sobremesa de sumo de limão ou de lima a cerca de um litro de água tépida (se o vaso for menor, reduza as medidas proporcionalmente). Vai ver as suas flores com mais dias de vida!

Uma vida duradoura começa no corte

Deve cortar sempre entre 1 a 3 centímetros em cada pé de flor, assim eliminam-se as partes que já estiveram expostas ao ar. Nunca quebre, nem amasse os pés, preferindo sempre cortá-los na diagonal (ou num ângulo de 45º), porque este tipo de corte potencia a absorção de água por parte das flores. Utilize sempre tesouras de jardinagem apropriadas ou então uma faca afiada, mas nunca tesouras normais, que podem destruir o sistema vascular do pé da flor, limitando assim o consumo de água. Uma vez cortadas, insira-as de imediato em água.

Sem folhas submersas

Certifique-se de que não existem folhas submersas na água do vaso: além de sujarem a água, estimulam o desenvolvimento de bactérias. Retire todas as folhas que possam ficar abaixo da linha de água.

Ambiente próprio

Para desfrutar do seu arranjo floral durante o máximo tempo possível, confirme que o vaso não esteja ao sol, próximo de uma fonte de calor ou num local com corrente de ar – estes fatores contribuem para o amolecimento rápido das flores. Além disso, nunca coloque um vaso de flores junto de uma fruteira – com o amadurecimento da fruta, as suas flores vão durar muito menos tempo. Em termos de cuidados diários, verifique o nível de água todos os dias – algumas flores têm mais sede do que outras – e dê um novo corte no pé das flores que apresentam sinais de murchamento, deitando fora aquelas que não recuperarem após este segundo corte.

 

Crédito Imagem: 1

Decorou ou redecorou um espaço?