Inspiração & Ideias

A receita para uma cozinha bem decorada

Média: 4.2 (74 votos)

Considerado, nos dias que correm, um dos espaços chaves da casa, as cozinhas têm sido alvas, ao longo dos últimos anos, de uma maior preocupação no que toca à sua decoração. Cada vez mais pensadas e com um estilo muito próprio, para além de funcional, esta divisão pode ser o centro das atenções, onde cozinhar deixa de ser um sacrifício! Garantimos que este vai passar a ser um espaço que não se importa de visitar mais do que três vezes ao dia!

O que vai ser?

Antes de mais, que tipo de cozinha prefere? Estritamente funcional? Um lugar para toda a família? Rústica, com madeiras tradicionais, motivos campestres (zinco preto, latão, ferro forjado e porcelana) e muitos objectos em exposição? Minimalista, com linhas simples e tons neutros, deixando apenas o essencial à vista? Futurista, com destaque para tecnologia e conceitos de design ultra-avançados? Como quem decora é quem manda, o objectivo é conseguir um espaço que cumpra os seus requisitos básicos, de preferência aliado ao conforto e ao bem-estar. As cozinhas temáticas não são uma tendência muito usual, mas podem ser a solução perfeita para quem queira cozinhar num ambiente absolutamente original. Os temas, que podem ou não ser gastronómicos, incluem vinho, uma fruta específica, flores e plantas, cinema, estilo inglês ou um mote dos anos 50 – uma ideia para colocar em banho-maria!

Uma pitada de cor

Cada vez mais um ponto de convívio, ao invés de um local chato e de trabalho, a cozinha requer, por isso mesmo, cores quentes e alegres – os amarelos, laranjas e vermelhos são cores que estimulam o apetite, são fontes de energia e de bem-estar. O clássico branco é, como todos sabemos, intemporal, sendo sempre uma escolha acertada porque, para além de transmitir um ambiente de limpeza e ordem, empresta maior amplitude à divisão e pode facilmente ser conjugada com outros tons. Uma tendência que não parece sair de moda é a combinação sublime entre madeira, pedra e inox – um efeito visualmente apelativo que pode ser potenciado com pequenos apontamentos em cores que invocam especiarias tão diversas como a mostarda, paprica, salva, orégãos e canela. Haverá uma palete de cores mais apropriada para a cozinha?  

Paredes poderosas

Grande parte das paredes de uma cozinha está ocupada com armários e electrodomésticos, por isso mesmo terá que aproveitar o que resta, da melhor forma possível. Seja tinta, papel de parede, azulejo ou madeira, dê vida à sua cozinha com cores surpreendentes, repletas de arte e fotografias ou transforme-a num quadro magnético ou de giz para as receitas preferidas, os recados, ímanes divertidos, fotos de família ou os desenhos do seu filho.

 Oops, entornei!

Porque é na cozinha que se juntam milhares de combinações de ingredientes que magicamente se transformam em verdadeiras iguarias, também é verdade que, muitas vezes, acaba tudo no chão! Para que o chão da sua cozinha não se torne um pesadelo, esqueça a carpete, optando antes por cerâmicas, auto-nivelantes, madeiras ou pedras – existem numa enorme variedade de cores e padrões e são de fácil manutenção. No entanto, os tapetes dão sempre jeito. Em cores bonitas e a condizer com o restante décor, dão logo outra vida à cozinha. E também facilitam a sua se forem colocados junto ao fogão ou ao lava-loiça para salvar o chão de mais uma esfregadela! Para criar um ambiente mais intimista na hora das refeições, um bonito tapete sob a mesa é a solução perfeita. E para mudar de visual, é só retirá-los por uns tempos! 

Armários para sempre

Os armários são o mobiliário chave de qualquer cozinha, conferindo-lhe o seu aspecto global… daí que têm de ser visualmente atraentes (e se resistirem às dedadas ainda melhor!). O post-forming (disponível em vários padrões e textura, até imitação de madeira!) é o material mais económico e, mesmo assim, muito atraente; o MDF é um excelente substituto da madeira maciça, com os mesmos níveis de qualidade e de manutenção e pode ser pintado à cor da sua escolha; o vidro é um elemento que, integrado numa cozinha, cria logo um efeito mais leve, no entanto, deve ser utilizado com moderação; o lacado apresenta uma boa relação preço-qualidade e não faltam cores por onde escolher; a madeira fica sempre bem e, apesar de ser a opção mais cara, revelar-se-á um investimento a longo prazo (para um look dramático, escolha uma madeira wengé!). Se procura ideias económicas, porque não pintar os velhos armários brancos, de preto ou azul-escuro, ou simplesmente renovar os puxadores!

Em cima da bancada

Palco das suas famosas receitas, não descure a escolha do material da bancada – uma superfície que vai parecer, não raras vezes, um autêntico cenário de guerra, por isso, tem de ser, acima de tudo, multi-resistente! Pode escolher entre o post-forming (material sintético que imita madeira, ardósia ou xisto, económico e com grande durabilidade); pedra (uma das opções mais populares, é resistente mas também das mais caras); madeira (fica muito bonito, mas estraga-se facilmente e exige muita limpeza); laminados (excelente relação qualidade-estética-preço); resinas sintéticas (a grande tendência, oculta as junções entre as várias peças que compõem a bancada, mas tem um custo elevado).

Electrodomésticos, os salva-vidas!

Nos dias que correm, os electrodomésticos são os melhores amigos de qualquer cozinheiro! Sem dúvida que os encastráveis são sempre uma excelente opção porque poupam espaço e conferem uma maior organização à cozinha. Para que na “hora H” tudo funcione a 100% considere estas dicas: se possível, coloque o fogão/placa junto de uma janela para uma maior extracção de fumos e odores; a máquina de lavar loiça deve estar o mais próximo do lava-louça possível, para facilitar o transporte da loiça suja; se tiver de incluir a máquina de lavar roupa na cozinha, tente colocá-la numa zona que não a de cozinhar e comer; indispensável, o microondas deve estar sempre elevado para não ocupar o espaço precioso da bancada; não se esqueça que os frigoríficos têm portas grandes, ou seja, necessitam de bastante espaço para abrirem!

Todos para a mesa!

A mesa e as cadeiras são, muitas vezes, o centro das atenções numa cozinha e isso é bom, desde que seja pelos motivos certos! Antes de escolher um conjunto, considere o espaço disponível, quantas cadeiras vai precisar, o nível de conforto que quer (vai ser palco de refeições longas ou apenas do pequeno-almoço super-rápido?) e não descure as cores já existentes nos armários, chão e bancada para facilitar a escolha. Para aproveitar o que já tem, pinte a mesa e as cadeiras ou embeleze-as com capas apropriadas ou assentos confortáveis (laváveis na máquina claro!).

Cozinha, luz, acção!

Uma cozinha bem iluminada é uma cozinha onde apetece estar! Para além de uma boa luz de tecto (por norma fluorescente ou com focos de halogéneo), não feche os olhos a outras opções: uma calha instalada ao longo de toda a bancada (debaixo dos armários superiores) fica bonita e permite uma maior iluminação do local de confecção; luz no interior dos armários tem um efeito decorativo muito agradável, assim como um candeeiro suspenso sobre a mesa de refeições.

À mostra

Para um look completamente clean, a bancada deve acolher única e exclusivamente os objectos e/ou electrodomésticos que utiliza diariamente. Caso contrário… despensa com eles! No entanto, há quem goste de condizer o saleiro com o porta-guardanapos e o suporte para papel de cozinha, ou ter uma colecção de frascos transparentes recheados de todo o tipo de massa em cima da bancada. A cozinha é o espaço ideal para exibir a sua colecção fantástica de frascos de compota, os livros de receitas ou pequenos vasos onde plantou salsa ou outras ervas aromáticas – afinal é este o seu mundo! Misture peças bonitas com práticas, equilibrando objectos grandes com pequenos. E que fica bem fica… por isso, veja o que funciona melhor para si! A mais-valia é que se trata de artigos económicos que podem ser reciclados periodicamente, conferindo um verdadeiro face-lift à sua cozinha nas fases em que esta se torna monótona.

Às escondidas

Perca-se nos mil e um sistemas de organização que existem para armários, gavetas e despensas – divisórias para tachos e frascos de especiarias; suportes para empilhar pratos e organizar tampas de panelas; ganchos para pendurar canecas e chávenas; tabuleiros para separar talheres e outros utensílios. A estas junte latas, frascos e tupperwares que até já têm direito às suas próprias colecções, o que significa que estão sempre na moda. Peças engenhosas de puro design que, para além de serem totalmente práticas, conferem uma imagem limpa e organizada a tudo o que tocam… vão ser a inveja de família, amigos e vizinhos!

Moda cozinha

A acompanhar as tendências da moda estão os têxteis-lar especialmente concebidos para a cozinha. De cores sólidas e apelativas, para completar o cenário pensado para esta divisão, desde toalhas de mão, de louça e de mesa, aos aventais, pegas e cortinas, não falta nada para vestir o seu templo de manjares a preceito. A tudo isto juntam-se os serviços de louça e faqueiros de linhas contemporâneas, canecas, tigelas de cereais e de gelado muito giras... enfim, o cenário perfeito para refeições inesquecíveis! A cozinha já é, por si só, um local cheio de movimento e agitação, por isso, atenção aos padrões muito elaborados – podem criar mais caos do que harmonia.

Cozinhar e comer com estilo

Para ideias mais arrojadas (e carteiras bem recheadas!), crie um recanto com uma pequena mesa para os livros de receitas onde se pode sentar e planear as refeições semanais ou organizar o correio enquanto espera que as batatas fritem! Inclua uma garrafeira na cozinha (existem múltiplas soluções) ou um armário antigo que herdou da sua avó e que agora, graças a uma boa camada de tinta, enquadra-se na perfeição na sua cozinha, permitindo-lhe ainda mais espaço para arrumação. Sempre sonhou ter uma “ilha” onde pudesse confeccionar “à grande e à francesa”, deixando muito espaço livre à volta para todos circularem ou conviverem? Um recanto embutido para jantar, com direito a sofá dos dois lados ou só de um, vai ser a recompensa perfeita depois de tanto trabalho a preparar aquela lasanha divinal! As ideias são muitas, procure aquela que falta para completar a receita de uma cozinha bem decorada… a sua!

Média: 4.2 (74 votos)