Inspiração & Ideias

10 dicas para decorar uma sala de família

Média: 4 (30 votos)

O conceito de family room é uma realidade em milhões de casas norte-americanas e trata-se de um espaço onde toda a família possa reunir-se para momentos de lazer, brincadeira e até de refeições. No fundo, esta sala de família é algo que qualquer pessoa possa facilmente recriar no seu próprio lar – leia como.

  1. A reunião da família é o principal objetivo desta sala e, por isso mesmo, é importante pensarem nos gostos de cada membro antes de embarcar na viagem decorativa. Por exemplo, se existem crianças pequenas, é importante ter mobília em tamanho igualmente pequeno; se forem mais velhas, talvez um espaço reservado para as suas atividades preferidas; e se já forem adolescentes, porque não um espaço lounge muito cool, onde pode ser colocado um computador ou Playstation… assim não se fecham nos seus quartos!
  2. Este espaço familiar pode tornar-se ainda mais convidativo se for dividido em vários espaços distintos: uma de refeições, uma com sofás e a televisão, um recanto de leitura, um espaço reservado para pinturas e outros trabalhos manuais, um recanto com mobília divertida para os habitantes mais novos da casa… não há limites, apenas a imaginação!
  3. Uma sala de família é sinônima de alegria e convívio, por isso, quando pensar na sua decoração, pense em cor – muita cor! Os apontamentos coloridos podem começar nas paredes, passando pela própria mobília, tapetes e cortinas.
  4. Em termos de mobiliário, existem algumas características chave a ter em conta: deve ser resistente (até porque este é um local de conforto e de descontração); multifuncional (bancos que servem de mesa, um sofá com arrumação inferior para mantas e um aparador para o material dos trabalhos manuais são apenas alguns exemplos); e prático (ninguém vai preocupar-se com o suco que entornou no sofá porque este é facilmente lavável).
  5. Os têxteis devem ser confortáveis e resistentes, ou seja, devem poder ir à máquina de lavar às vezes que forem precisas e, de preferência, que sejam de fácil secagem. Quanto mais escuros ou padronizados forem, melhor disfarçam a sujidade e os pequenos acidentes domésticos… o que deixa mais tempo para a família se divertir!
  6. As paredes podem ser pintadas em cores vibrantes, cobertas com telas gigantes de fotos de família ou então molduras convencionais, com um mapa do mundo enorme, as obras de arte da pequenada, stencils, autocolantes ou então um quadro magnético ou de giz para todo o tipo de brincadeiras.
  7. E porque o que interessa mesmo é o conforto, a escolha de tapetes suaves, mas resistentes são o ideal para quem quiser jogar uma partida de cartas no chão, para fazerem um piquenique numa tarde de chuva ou para as crianças brincarem à vontade… sabem como eles adoram estar no chão!
  8. A presença de peças decorativas não é, de fato, crucial, uma vez que o que é mais importante reunir neste espaço são os objetos pessoais de cada elemento da família, ou seja, aquelas coisas que os vai levar a passar mais tempo nesta sala. Como por exemplo, os livros, CDs, DVDs, instrumentos musicais, material para fazer artes decorativas, brinquedos, jogos, um computador ou Playstation… É também um bom local para exporem peças que tenham um significado especial para todos, para exibir uma coleção, recordações de viagens ou de outros eventos importantes.
  9. Com tantas pessoas e atividades simultâneas, a sala de família pode muito facilmente tornar-se numa sala caótica, por isso, é muito importante ter armários e cestos para guardar tudo depois de usado. As crianças podem ter as suas próprias prateleiras na parte mais baixa de uma estante ou então um baú para arrumar os brinquedos na hora de ir dormir.

E porque a família é extensiva e também inclui os amigos, é sempre bom ter lugares sentados extra para quando receberem visitas e quiserem estar neste espaço relaxado. Almofadas EG ou poufs espalhados pela sala são uma boa opção… para um ambiente muito familiar.

 

Crédito Imagem: 1

Decorou ou redecorou um espaço?

Média: 4 (30 votos)